5 dicas de reciclagem para crianças
11 de Outubro de 2012 • Atualizado às 11h00

As práticas sustentáveis devem ser estendidas a toda a família. Ensinar a importância da reciclagem e ajudar os familiares a se adaptarem faz com que as ações em prol do meio ambiente tenham mais força.

É comum as crianças e os idosos não terem consciência de que é errado jogar garrafas PET, papel e restos de comida no mesmo recipiente. Muitos também não entendem a necessidade de reciclar o lixo.

Para começar esta conscientização em casa tenha em mente as cinco dicas a seguir.

Ajude as crianças a compreenderem a importância da reciclagem:

Praticar tarefas além das obrigações habituais pode ser um fardo, especialmente, para as crianças. Então, o primeiro passo é saber que ao falar sobre uma atitude sustentável deve-se explicar de forma clara a necessidade de aplicá-la e o porquê de sua importância.

Uma alternativa é usar jogos para mostrar de forma divertida como funciona o processo de reciclagem. Desta forma, ficará mais fácil para a criança entender para onde vai todo o lixo consumido diariamente.

Reforce a memória coletiva:

Por mais que a família demonstre boa vontade, é normal que no início os integrantes se esqueçam de separar o lixo corretamente. Para facilitar e deixá-los sempre atentos coloque caixas em locais acessíveis, uma atitude simples que irá lembrá-los das obrigações.

Reserve um recipiente para deixar próximo à entrada da casa ou apartamento. Será útil para colocar os diversos folhetos e envelopes de publicidade que, sem utilidade, são jogados fora.

Aliás, deixe bem separadas e identificadas as lixeiras para cada tipo de material: metal, plástico, papel, vidro e também um recipiente para os matérias que não podem ser reciclados.

Promova competições:

Organize uma competição em família, assim como é feito em muitas escolas atualmente. O prêmio para recompensar as crianças pode ser brinquedos ecológicos ou, até mais simples, um passeio a um parque local.

Uma dica é estimular que eles juntem latinhas de alumínio e depois levá-las para os locais que pagam por elas. Desta forma, a criança entenderá que além do benefício ambiental, as práticas sustentáveis podem ter retorno econômico.

Antes de reciclar, ensine a reutilizar:

Se para os adultos, reaproveitar objetos pode ser uma atividade estimulante, para as crianças a pratica é quase sempre bem divertida.

Mostre às crianças maneiras de reutilizar rolos de papel, potes de vidro, revistas e jornais, roupas, entre outros objetos. Procure dicas de artesanato para os pequenos e surpreenda dando novas utilidades para o que chamam de lixo. Uma prática simples é pegar velhas caixas e dar às crianças para que elas decorem com o que tiverem em casa. Esta, de certa forma, é uma forma de estimular o uso da caixa, personalizadas por elas, para separar materiais.

Aposte na compostagem:

A compostagem além de ser uma boa maneira reduzir o lixo doméstico é também uma lição sobre o significado da reciclagem. As crianças podem acompanhar o processo que transforma suas cascas de banana, sanduíche e restos do jantar em solo nutritivo.

Esta prática já é comum em muitas escolas que reciclam parte dos resíduos produzidos no refeitório. A compostagem domiciliar é uma continuidade da separação do lixo e também deve ser estimulada. Com informações do Green Blog.

Redação CicloVivo



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.