Casa em forma de arco e parcialmente subterrânea consome menos energia
23 de Abril de 2012 • Atualizado às 12h30

<p>
	A casa utiliza estrat&eacute;gias passivas para economizar energia. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> A casa utiliza estrat&eacute;gias passivas para economizar energia. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	A casa foi projetada para um casal que queria uma casa espa&ccedil;osa, sem que parecesse algograndioso.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> A casa foi projetada para um casal que queria uma casa espa&ccedil;osa, sem que parecesse algograndioso.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	Metade da &aacute;rea constru&iacute;da &eacute; subterr&acirc;nea. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> Metade da &aacute;rea constru&iacute;da &eacute; subterr&acirc;nea. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	A casa possui cerca de 594 metros quadrados. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> A casa possui cerca de 594 metros quadrados. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	A casa &eacute; duas vezes maior por dentro do que parece ser por fora. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> A casa &eacute; duas vezes maior por dentro do que parece ser por fora. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	O arquiteto, fundador do escrit&oacute;rio MBArchitecture, se inspirou em uma fotografia de um hangar de avi&otilde;es para fazer o projeto da resid&ecirc;ncia. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> O arquiteto, fundador do escrit&oacute;rio MBArchitecture, se inspirou em uma fotografia de um hangar de avi&otilde;es para fazer o projeto da resid&ecirc;ncia. | Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	&nbsp;A resid&ecirc;ncia n&atilde;o possui pilares estruturais, dando liberdade para cria&ccedil;&atilde;o de ambientes internos.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> &nbsp;A resid&ecirc;ncia n&atilde;o possui pilares estruturais, dando liberdade para cria&ccedil;&atilde;o de ambientes internos.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	A forma de arco da cobertura tamb&eacute;m ajuda no aquecimento/resfriamento da casa.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> A forma de arco da cobertura tamb&eacute;m ajuda no aquecimento/resfriamento da casa.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	As janelas podem criar uma condi&ccedil;&atilde;o de press&atilde;o negativa, o que aumenta a circula&ccedil;&atilde;o de ar.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> As janelas podem criar uma condi&ccedil;&atilde;o de press&atilde;o negativa, o que aumenta a circula&ccedil;&atilde;o de ar.&nbsp;| Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p>
	O volume inferior se abre para um p&aacute;tio interno,assim os moradores t&ecirc;m ilumina&ccedil;&atilde;o eficiente e a vantagem das temperaturas mais moderadas do subsolo. |&nbsp;Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

<p> O volume inferior se abre para um p&aacute;tio interno,assim os moradores t&ecirc;m ilumina&ccedil;&atilde;o eficiente e a vantagem das temperaturas mais moderadas do subsolo. |&nbsp;Foto:&nbsp;<a href=&quot;http://www.mbarchitecture.com/&quot; target=&quot;_blank&quot;>&copy; Matthew Carbone/MB Architecture&nbsp;</a></p>

O arquiteto norte-americano Maziar Behrooz criou uma residência em East Hampton, Nova York, que utiliza estratégias passivas de trocas de calor para economizar energia.

A casa foi projetada para um casal que queria uma casa espaçosa, sem que parecesse algograndioso. O arquiteto decidiu então “enterrar” parte do edifício, e assim combinou os desejos do casal com um olhar para a sustentabilidade do século 21.

"Eu não queria (...) construir um monstro", disse Bob Stansel, um senhor de 65 anos que se mudou para a casa de East Hampton com sua esposa. "Nós não queríamos um monte de enfeites caros no exterior."

Exceto pelo seu telhado, feito de chapa de alumínio-zinco corrugado, a estrutura é simples, construída em concreto e vidro, e se eleva pouco mais que a encosta gramada onde foi construída. A casa possui cerca de 594 metros quadrados, sendo que metade da área é subterrânea. Isso faz com que a casa seja duas vezes maior por dentro do que parece ser de fora.

Usar construção subterrânea para evitar códigos de construção restritivas é uma opção popular em bairros de luxo norte-americanos. Assim, os proprietários conseguem ganhar mais espaço dentro da lei. Porém, o casal afirma que sua decisão não foi motivada pela regulamentação, e sim por motivo estético.

O arquiteto, fundador do escritório MBArchitecture, se inspirou em uma fotografia de um hangar de aviões para fazer o projeto da residência chamada de ArcHouse (Casa Arco, em português). Behrooz planejou deixar todos os espaços comuns no nível térreo e os dormitórios no subterrâneo.

Devido ao seu formato e estrutura escolhida, a residência não possui pilares estruturais, dando liberdade para criação de ambientes internos.

A forma em arco da cobertura também ajuda no aquecimento/resfriamento da casa.O ar quente sobe para o pico do arco, pressionando o ar frio para baixo, nas laterais. As janelas podem criar uma condição de pressão negativa, o que aumenta acirculação de ar.

A temperatura da residência é quase uniforme devido ao desempenho térmico das janelas e ao uso de espuma, aplicada em spray, utilizada como isolamento térmico na cobertura.

O volume inferior se abre para um pátio interno,assim os moradores têm iluminação eficiente e a vantagem das temperaturas mais moderadas do subsolo. Esta temperatura é canalizada para o resto da casa por meio de uma escada de grande porte, assim, o edifício é geotermicamente aquecido ou resfriado.

Para testar a eficácia das várias estratégias, a equipe de Behrooz vai comparar o consumo de eletricidade da casa com residências semelhantes​​ usando o Google Power Meter, porém, consultores preveem que o consumo da ArcHouse deve ser de apenas um quarto da média das residências com a mesma metragem. Com informações do GreenSource.

Redação CicloVivo



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.