China terá Centro Nacional de Energias Renováveis
27 de Fevereiro de 2012 • Atualizado às 12h21

O governo chinês oferecerá mais incentivos ao desenvolvimento sustentável. Será criado um centro de pesquisa de políticas de energias renováveis, que também será parte dos programas realizados para o bem de toda a comunidade internacional.

Chamado de Centro Nacional de Energias Renováveis, o espaço será dedicado ao estudo e elaboração de estratégias de desenvolvimento para este setor, conforme informado pela agência oficial chinesa Xinhua.

Todo o projeto terá o financiamento do governo e mais uma parceria com a Dinamarca. Além disso, este programa dever ser o pontapé inicial para a criação de um plano para as energias fotovoltaicas e eólicas, biocombustíveis, entre outros recursos alternativos.

O vice-diretor da Administração Nacional de Energia, Liu Qi, acredita que as medidas políticas desenvolvidas podem auxiliar nas questões relacionadas à indústria de energias renováveis.

Atualmente, a China lidera o investimento mundial em recursos energéticos renováveis. Só em 2010 foram investidos US$ 47,6 bilhões no país. No final do ano passado, foi divulgada uma nota afirmando que três por cento da eletricidade anual da China virá de energia eólica, em 2015. Com informações do G1.

Redação CicloVivo



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.