Danone adota plástico verde desenvolvido a partir de cana-de-açúcar
23 de Agosto de 2011 • Atualizado às 04h41

A Danone, por meio de suas marcas Activia e Danoninho e de sua parceria com a Braskem, aposta no plástico verde como mais uma inovação que deve contribuir com o desenvolvimento sustentável.

As marcas foram consideradas os melhores expoentes dentro do portfólio da empresa para incorporar a novidade nesse primeiro momento. Na segunda quinzena de agosto, o produto Activia 150g chegou às gôndolas do Brasil com suas embalagens desenvolvidas a partir do Polietileno Verde I’m greenTM, um bioplástico derivado da cana-de-açúcar com certificação internacional. O produto Danoninho Leite Fermentado também acompanha a tendência e tem previsão de lançar suas garrafinhas com plástico verde em setembro.

A preocupação com a sustentabilidade não é algo novo no Grupo que incorporou a meta global de reduzir em 30% as emissões de gás carbônico no período de quatro anos (2008-2012) e investe no desenvolvimento de novas tecnologias e inovações em seu portfólio, além de iniciativas como redução de resíduos e embalagens, do consumo de energia e água, e otimização da rede de logística.

“A Danone está comprometida em tornar seu negócio cada vez mais ambientalmente sustentável e isso reflete diretamente nas práticas de desenvolvimento de novas embalagens”, destaca Mariano Lozano, presidente da Danone.

“A ampliação de nossa parceria com a Danone em torno do plástico verde, associando globalmente marcas reconhecidas como sinônimo de qualidade e confiança cria valor para ambas as empresas e reforça o conceito do biopolímero como solução que também traz benefício à sustentabilidade”, diz Carlos Fadigas, presidente da Braskem.

A olho nu, os frascos não apresentam diferença alguma. Do ponto de vista prático, a distinção entre as embalagens tradicionais e as novas embalagens se dará por meio de um “selo verde” usado para caracterizar o plástico verde. O uso desse selo exige o cumprimento de regras que buscam respeitar a transparência na comunicação ao consumidor, como por exemplo, informar o mínimo de conteúdo renovável nas embalagens dos produtos.

Certamente, a maior diferença está nas vantagens oferecidas ao meio ambiente com a diminuição na quantidade de CO2 emitido durante o ciclo de vida dos produtos, desde a produção ao descarte. No caso do produto Activia 150g, a adoção do plástico verde representa uma redução de aproximadamente 20% das emissões de CO2 deste item, enquanto em Danoninho Leite Fermentado chega a cerca de 30%.

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos |

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2013.