Ibama autoriza início das obras na usina de Belo Monte
27 de Janeiro de 2011 • Atualizado às 09h00

Após muitas discussões, o Ibama autorizou, na última quarta-feira (26) a instalação do canteiro de obras para a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. O consórcio Norte Energia, responsável pelas obras recebeu a chamada “autorização de supressão vegetal”, que libera a construção do acampamento, canteiro industrial e área de estoque de solo e madeira. As informações são do Estadão.

Assinada pelo presidente do Ibama, Américo Ribeiro Tunes, a autorização permite o uso de 238,1 hectares de vegetação, destes, 64,5 hectares estão em Área de Preservação Permanente (APP). Além da licença, o documento contém diversas normas que deverão ser seguidas e aplicadas pela construtora.

Um dos itens contidos na autorização obriga a compensação da APP, que no caso é de 64,5 hectares. Dessa forma, a empresa precisará recuperar uma área deste tamanho no prazo de até um ano após o início das obras.

O Ibama também proibiu o uso de fogo e produtos químicos de qualquer espécie na eliminação da vegetação local. O mesmo material não poderá ser descartado em áreas de vegetação ou mananciais hídricos.

Após a efetivação do projeto, que deve ser concluído até 2015, a usina terá capacidade de produzir até 11.233 megawatts de energia. No entanto deverá funcionar com a produção média de 4.571 megawatts.

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.