Pessoas que trocam os coletivos por bikes economizam mais de R$200 todo mês
06 de Junho de 2012 • Atualizado às 05h58

Trocar o carro e até mesmo o transporte público pela bicicleta pode ser uma ótima opção em termos financeiros. O meio de transporte sustentável exige pouco investimento e os gastos com manutenção são bastante reduzidos, se comparados aos veículos.

Para uma pessoa que mora em São Paulo, usar a bicicleta no lugar do transporte coletivo significa economia de R$ 132 a R$ 204. Os dados foram publicados na última terça-feira (5) no InfoMoney. A base para o cálculo foi feita considerando apenas os 22 dias úteis do mês de maio.

Quando o período considerado são os primeiros cinco meses do ano, a redução nos gastos chega a ser de até R$ 985,90. O investimento na mudança é baixo. Entre os itens mais necessários estão: capacete, sistemas de sinalização obrigatórios e a bicicleta. Os itens de segurança podem ser adquiridos com menos de 200 reais. A bicicleta não tem um valor médio definido, pois varia muito de acordo com o modelo e a qualidade aplicada.

Exemplo internacional

Os números dos paulistanos comprovam os dados obtidos em um estudo norte-americano feito pela Liga Americana de Ciclistas. Nos Estados Unidos, os gastos anuais de um carro chegam a alcançar US$8220, enquanto os ciclistas gastam apenas US$ 308, para manter suas bicicletas sempre em bom funcionamento.

O resultado desta mudança no comportamento é uma redução de até US$ 4,6 bilhões por ano. Além disso, a qualidade de vida proporcionada pelo uso das bikes se reflete em menos doenças e, consequentemente, menos gastos governamentais com saúde. Com informações do Info Money.

Redação CicloVivo



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos |

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2013.