Relógio movido a água faz pilhas e baterias virarem coisas do passado
09 de Novembro de 2010 • Atualizado às 07h22

Os relógios conhecidos como “amigos da natureza” não usam nenhum tipo de baterias, pilhas ou qualquer outro artifício convencional de energia. Sua única fonte de energia é a água.

Para fazê-lo funcionar, basta desenroscar a base e encher o relógio com água da torneira. A água não precisa ser substituída por 12 semanas ou mais. Dentro do relógio existe um chip de memória que armazena as informações, por isso não é necessário arrumar o horário sempre que recarregá-lo com água.

Apesar da aparência inofensiva das pilhas e baterias, elas representam um grave problema ambiental. São classificadas como resíduos perigosos por serem compostos de metais pesados altamente tóxicos e não biodegradáveis, como o cádmio, o chumbo e o mercúrio. Geralmente quando as baterias perdem a utilidade, as pessoas costumam descartá-las em lixos comuns, que acabam indo para em aterros sanitários ou lixões a céu aberto. Desta forma, existe contaminação do solo, cursos d’água e também da flora e a fauna local, que através da cadeia alimentar, acaba voltando para os seres humanos. Com um relógio movido a água, pelo menos uma parte destes problemas são minimizados.

Além do modelo de relógio movido somente a água, existe outro à base de água, limão e uma pitada de sal. O aparelho também é sem fio, possui memória interna e um sistema que permite autonomia de seis a oito horas. O funcionamento do aparelho é simples e conta com uma série de eletrodos sensíveis, dispostos na parte interna do relógio, que são ativados pelas substâncias.

Os relógios movidos a água são comercializados no Brasil por diversas marcas.

Confira o vídeo demonstrativo do Bedol Water Clock

[VIDEO:relogio_movido_a_agua]

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.