Saiba como ter uma vida livre de plástico
22 de Fevereiro de 2012 • Atualizado às 08h00

Eliminar completamente todo o plástico de sua vida é impossível. No entanto, é possível reduzir drasticamente o uso desse elemento das atividades do cotidiano.

Esta tarefa pode facilmente deixá-lo sobrecarregado. Então, uma boa ideia é começar por um item de cada vez; por exemplo, um que represente a maior entrada de plástico em sua vida, e trabalhe sobre ele. Uma vez que você estabeleceu um hábito sem o plástico, você pode passar para o próximo de sua lista. Aqui estão alguns bons pontos de partida:

- Concentre-se nos alimentos. Separe, em um cesto, todas as embalagens dos alimentos por uma semana, você verá que o principal material recolhido serão os resíduos plásticos. Além do grande volume que consumimos todos os dias, existem outras razões para começar a concentrar seus esforços aqui. Os alimentos relacionados com o plástico possuem produtos químicos nas embalagens e contaminam as coisas que comemos e bebemos, portanto, têm o maior impacto potencial sobre a saúde imediata.

- Além de evitar excesso de alimentos embalados no supermercado, troque o plástico para estocagem de alimentos por recipientes e utensílios de cozinha como vidro, cerâmica, madeira ou outros materiais. E nunca aqueça alimentos em qualquer tipo de plástico.

- Caso esqueça a sacola reutilizável ​​em casa, leve seus artigos à mão ou em um carrinho de compras até seu carro. Após ter feito isso algumas vezes, provavelmente não as esquecerá de novo. No mínimo, use o menor número de sacolas de compras possível (e não use em itens que já vêm em sacos, como laranjas e batatas).

- Alguns plásticos, como o canudinho, por exemplo, são desnecessários.

- Reuse, recicle e reinvente. Encontre novos usos para o plástico, se você puder, ou leve para reciclagem. Recicle seus eletrônicos quando for a hora de descartá-los. Se não encontrar um local para descarte deste material, procure uma organização sem fins lucrativos para fazer a doação.

- Quando for comprar algum item, procure produtos embalados em plástico reciclado se não houver uma alternativa sem plástico.

- Concentre-se na razão pela qual a alternativa que substitui o plástico é melhor, e não nos motivos que tornam este material “ruim”. Deixe que as tuas ações, ao invés de suas palavras, sejam o argumento mais forte. Toda vez que você diz a um caixa de supermercado que você não precisa de uma sacola, e sair levando suas compras nas mãos, você estará plantando uma ideia na cabeça de todos ao seu redor. Com informações e imagem do Care2.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos |

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2013.