Soluções alternativas para uma vida mais saudável
27 de Abril de 2012 • Atualizado às 11h31

É necessária muita disciplina para os que buscam uma vida mais sustentável. Para ajudar nesta difícil missão, sugerimos algumas dicas possíveis de serem realizadas. Diferente das recomendações dos especialistas que fazem muitos desistirem.

Entre tantas dificuldades, a alimentação saudável é uma das questões mais complicadas. Alguns médicos assustam. São tantas as recomendações inviáveis que muitos acham mais fácil se entregarem de vez a má alimentação e ao sedentarismo. Veja a seguir algumas soluções alternativas.

- Movimente o corpo por 30 minutos diariamente: Geralmente, os especialistas pedem que se pratique uma hora de exercícios físicos, três vezes por semana. Este seria o ideal, mas nem todos dispõem de tempo para isso. Então, a alternativa é manter o corpo em movimento, seja brincando com o filho no quintal, indo a pé até o supermercado ou levando o cachorro para passear.

- Saboreie um pedaço de doce todos os dias: Muitos indicam não comer nada que leve açúcar refinado. Não é preciso ser tão radical. Os doces devem ser evitados, porém não precisam ser extintos da dieta. O ideal é dividir a cota durante o dia. Consumindo com moderação não há problema.

- Durma seis ou sete horas: Uma das recomendações mais comentadas refere-se às horas de sono. Mesmo sem saber quem disse, muitos repetem: é preciso dormir pelo menos oito horas por noite. Certamente, o corpo precisa de um descanso, isto é essencial para a saúde. Entretanto, as horas necessárias variam de acordo com o organismo da pessoa. Alguns precisam de um pouco mais outras de um pouco menos, geralmente, fica entre seis e nove horas. "O importante é dormir bem e acordar disposta no dia seguinte", diz o médico Renato Stefanini, da Associação Brasileira do Sono.

- Ingira até meio copo de refrigerantes semanalmente: Não beber refrigerantes é quase impossível para quem realmente gosta. Muitos fazem o esforço, pois sabem da má fama da bebida. No entanto, uma pesquisa feita pela Universidade de Tufts, em Massachusetts (EUA), questiona o quanto os refrigerantes podem fazer mal. O estudo concluiu que as mulheres que tomam, semanalmente, três latinhas ou mais de refrigerantes do tipo cola (normal, light ou diet) têm uma perda significativa da densidade mineral do esqueleto. A bebida possui cafeína e ácido fosfórico que interferem na absorção do cálcio e na força dos ossos. Então, a autora da pesquisa, a nutricionista Madelyn Fernstrom, recomenda até cem mililitros (meio copo) por semana.

- Respire fundo quando sentir que terá uma crise nervosa: Sabe quando você se sente irritado e alguém diz para respirar fundo e se acalmar? Pode parecer simples, mas funciona. Sessões de meditação e ioga são de grande ajuda para reduzir o stress, mas nem sempre viáveis. Então, inspire devagar pelo nariz, sinta a barriga se encher de ar, e depois libere o ar lentamente pela boca. O exercício deve ser repetido por um minuto. "O movimento desativa a produção do hormônio do stress, o que acalma os batimentos cardíacos e reduz a adrenalina", ensina a terapeuta Cristina Armelin, do Arte de Viver (SP).

- Inclua uma fruta e um vegetal em cada refeição. O ideal é optar somente por alimentos saudáveis, mas seguir uma dieta tão rígida pode ser impossível, principalmente, para os que fazem suas refeições fora de casa. A alternativa é incluir aos poucos um almoço com salada, tomar um suco natural e comer uma fruta de sobremesa. Se forem alimentos orgânicos são ainda melhores. "Esses alimentos contêm antioxidantes, que neutralizam os radicais livres, e aminoácidos, carotenoides e bioflavonoides, que são medicamentos naturais", orienta a química e cientista Conceição Trucon (SP). Com informações do M de mulher.

Redação CicloVivo



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos |

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2013.