Vale investe em energia eólica no nordeste do Brasil
26 de Junho de 2012 • Atualizado às 10h41

A Vale se juntou à australiana Pacific Hydro para investir em energia limpa no Brasil. O projeto consiste em construir e operar dois parques eólicos instalados no Rio Grande do Norte. As empresas já possuem todas as licenças necessárias e devem investir R$ 650 milhões.

A previsão é de que as fazendas eólicas entrem em funcionamento em 2014. Mesmo que as propriedades sejam divididas igualmente entre as duas companhias, toda a energia produzida será utilizada pela Vale.

Este é um dos pontos estratégicos definidos pela empresa brasileira para a redução de seu impacto na natureza. “A demanda global da Vale por energia elétrica deve crescer 150% até 2020 e estamos buscando alternativas para suprir essa necessidade de modo sustentável, utilizando fontes renováveis, como hidrelétrica, eólica e biomassa”, explicou Vânia Somavilla, diretora de Rh, Saúde e Seguranda, Sustentabilidade e Energia da Vale.

Além de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, a diversidade na produção energética permite que as empresas se tornem mais competitivas em longo prazo, conforme informado por Vânia.

Para Rob Grant, CEO da Pacific Hydro, a parceria é uma grande evolução para a produção de energia limpa em território brasileiro. “Este modelo vai permitir a expansão do mercado eólico brasileiro para além do mercado de leilões regulados, no qual a maior parte da capacidade eólica brasileira tem sido desenvolvida até hoje”.

A capacidade total dos parques eólicos ainda não foi divulgada. Com informações do Jornal do Brasil.

Redação CicloVivo



Faça você mesmo

institucional capa | quem somos | cadastre-se | sugestão de pauta | como anunciar | contato
canais meio ambiente | tecnologia | arquitetura | mídia e negócios | desenvolvimento | vida sustentável | cidadania | bike | faça você mesmo | vídeos

CicloVivo - Plantando notícias | Todos direitos reservados 2014.