- Publicidade -
bambu Centro Comunitário
Foto: Hiroyuki Oki

O VTN Architects – sigla para o fundador e arquiteto vietnamita Vo Trong Nghia – é um escritório famoso por projetos exuberantes onde a natureza e o bambu são protagonistas. No Centro Comunitário Casamia não foi diferente. A estrutura tem quase 9 metros de altura e o bambu é seu material construtivo principal, o que torna a obra barata e sustentável. 

- Publicidade -

Erguido em Cam Thanh, área rural da cidade de Hoi An, no Vietnã, o projeto é inspirado nas palmeiras nipa, uma espécie nativa. A construção possui basicamente uma base de concreto, estruturas de bambu entrelaçadas e telhado de palha. São 22 armações em arco de colunas e treliças combinadas com contraventamento. Já o teto abobadado combina colmo e arame, garantindo mais firmeza. A estrutura em abóbada também dá mais resistência para enfrentar intempéries: tempestades, por exemplo, são comuns na região.

O bambu possui enorme resistência e flexibilidade, além de baratear os custos da obra. Outra vantagem é que o uso de bambu e palha no Centro Comunitário contribuem com a absorção da acústica. Isso é especialmente útil para a realização de eventos.

“Este edifício é um exemplo de como usar materiais naturais para criar estruturas duráveis, que resistem por centenas de anos. Isso é algo que a VTN Architects deseja alcançar ao projetar”, afirma o escritório de arquitetura.

bambu Centro Comunitário
bambu Centro Comunitário
bambu Centro Comunitário
Fotos: Hiroyuki Oki

O Centro Comunitário Casamia tem área total de 1.600 m² dividido em dois níveis. A área de lazer inclui uma academia, dois cafés e uma piscina externa. Vidraças se estendem ao redor de todo o local permitindo a entrada de luz natural no interior. 

- Publicidade -

Localmente, Cam Thanh é conhecida por suas florestas de mangue, rios entrecruzados, florestas de coqueiros e pequenas vilas. A edificação, inclusive, está próxima a um rio, o que ajuda a levar frescor no verão.

LEIA MAIS:

- Publicidade -